Loading...

sábado, 24 de abril de 2010

ABSURDO: Parlamentar cria lei a favor da tortura em animais

A semana encerra com mais uma punhalada no coração de quem gosta dos animais. A Agência de Notícias dos Defensores dos Animais (ANDA) publicou um manifesto de repúdio ao ex-deputado e atual vereador de Sapucaia do Sul - RS, Edson Portilho, que criou um projeto de lei (número 282/2003) que permite a tortura aos animais em rituais religiosos. O fato tornou-se conhecido esta semana na internet, por causa desta nota do ANDA:

O ex-deputado Edson Portilho e atual vereador de Sapucaia do Sul, no Rio Grande do Sul, teve a desventura de criar um projeto de lei que permite que os animais sejam torturados e sacrificados em rituais religiosos.

O parlamentar, sabendo que os protetores dos animais se manifestariam, fez a seguinte trama: marcou a apresentação para votação da lei num dia de julho, mas fez um chamado urgente e marcou a reunião às pressas, mais cedo. Os únicos avisados foram os demais deputados. Ou seja: não havia defesa.

Os animais não tiveram oportunidade de ter pessoas que os representassem. Quem poderia responder por eles? E aconteceu o que mais temíamos: houve 32 votos contra os animais e apenas 2 a favor. Os animais agora poderão ter olhos e dentes arrancados e cortados em vários pedaços para fazer o tal Banho de Sangue. Os animais que não servem mais para o ritual são mortos a sangue frio, conscientes e sem qualquer anestesia.

Por isso, vamos garantir que ele nunca mais consiga se reeleger. Divulgue, para que Edson Portilho não se eleja para mais nenhum tipo de cargo.


Como diria a Cleycianne, a nossa diva do Senhor...

Concordamos com a Cley. O que se passa na cabeça de uma autoridade desta? Não dúvido que ele tenha uma cabeça de camarão. Uma pessoa pública que apoia a tortura em animais e cria uma lei para isto, deveria estar possuído pelo mal. Olha só o que o projeto de lei diz.

PROJETO DE LEI N° 282/2003
Deputado Edson Portilho

Acrescenta parágrafo único ao art. 2º da lei nº 11.915, de maio de 2003, que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.

Art. 1º – Fica acrescentado parágrafo único ao art. 2º da lei nº 11.915, de 21 de maio de 2003, que institui o Código Estadual de Proteção aos Animais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, com a seguinte redação:

"Art. 2º.........

Parágrafo único – Não se enquadra nessa vedação o livre exercício dos cultos e liturgias das religiões de matriz africana. "

Art. 2º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Sala da Sessões, 06 de agosto de 2003.
(Fonte:
AL - RS)

Não podemos chamar de religião quem faz trabalhos com sacrifícios aos animais. Aquilo lá é obra satânica, isso sim (Amarra Jesus 3x). Por isso concordo com o Bom de Assunto no Twitter.

8 comentários:

  1. Esse deputado parece ele próprio um animal. Tem cara de fuinha, nariz porco, orelha de elefante... Por que não sacrificar-lo!?

    ResponderExcluir
  2. Ri muito com o coments acima.

    Mas sabe, que essa história é de deixar a gnte revoltado. As pessoas tem mania de achar que só pq é um animal, não sente. Fico frustada com essas coisas. ¬¬

    ótimo post Filipe.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Tudo em nome da religião, maldita fé, tudo o que existe de ruím no planeta é em nome da fé...

    Esse cara é um infeliz, pena que não posso comentar o que gostaria pois ainda vivemos no tempo da ditadura...

    ResponderExcluir
  4. Eu nem gosto muito de ler ou ver coisas assim, sobre judiar dos animais.. mas é bom pra gente saber que existe sim, animais que falam, que pensam que agridem seres indefesos.
    Não sabia que vc tinha blog! Hj descobri e serei sempre visita aqui!
    Grandes beijos

    Nanda
    @fergreg

    ResponderExcluir
  5. Li isso no orkut e fiquei bege, bege... ROSA! Como pode? Tem que arrancar a pele desse idiota e deixa-lo sofrer...

    ResponderExcluir
  6. Eu não concordo com a lei, sou super super contra. Mas tenho 2 amigas que são da Umbanda. A religião é dividida, pode-se se dizer, em 2 vertentes. Uma amiga mexe com animais a outra não.
    Eu já disse para a amiga que mexe com os sacrifícios que acho errado, não concordo, e ela respondeu que eu não entendia. Eu tive que "aceitar". Realmente não entendo, não entra na minha cabeça que jogar "lixo" no mar e matar galinhas possam ser coisas boas em qq lugar. Mas religião é religião, cada um tem a sua.

    ResponderExcluir
  7. Eu não concordo e odiei isso, pra falar a verdade eu não concordo com nada que os políticos fazem e eu acho tudo uma grande bosta, mas ainda tem gente que acredita que um dia vai surgir algum político honesto né. fazer o que

    ResponderExcluir
  8. Um verdadeiro absurdo... então multilar e matar seres inocentes de forma covarde não é maltratar???

    Li a justificativa da lei e diz que o Código de proteção aos Animais é dúbio??? Acho que não leram direito ou melhor querem distorcer as coisas para poderem praticar os seus atos de crueldade e brutalidade dignos dos homens da cavernas!

    Desculpe mas religiões que levam em conta sacríficios de seres vivos ou devem ser extintas ou então repensadas para a sociedade atual, isso é uma prática da época do Incas... hoje estamos em 2011!!! Não há mais espaço para isso!!!

    Temos que divulgar e buscar formas de acabar com essa lei infame e proibir todo e qq maltrato a seres inocentes!

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso