segunda-feira, 19 de abril de 2010

A Verdade Dói

Sempre pensei que ser sincero demais fosse uma grande virtude, mas com o passar do tempo percebi que isto pode ser um defeito HORRÍVEL. Em outubro de 2009, fiz um post neste blog com o seguinte questionamento: "Ser sincero ou falso? Eis a questão". Tive manifestações nos comentários de dois leitores, e ambos foram muito felizes com as colocações.

Disse o Chicuta:
Sinceridade sim, mas com bom censo. Senão não dá para conviver com ninguém.

E disse a Miriam:
A sinceridade as vezes magoa, então devemos saber a quem podemos falar o realmente pensamos. Acho que faço isto apenas com minha mãe. E olha lá...

Na semana passada, li o post da Deise Duarte no blog "Jô chama eu", com o título: Eu minto, mas é pro bem. Lá ela levantou uma questão que me fez refletir. "Qual o problema da mentira quando ela salva sua pele, seu emprego, seu salário ou o pescoço alheio? Existem situações em que a mentira pode ser nobre". Ela tem razão...

Ano passado, perdi uma ficante por causa da sinceridade. Estávamos prontos para ir numa festa, até que ela apareceu e fez a 'maldita' pergunta:

- Fiquei bonita?

Imagem meramente ilustrativa (a real tinha 30 quilos a menos)

Eu disse que SIM, caso ela fosse ser apresentadora de circo... estava perfeita! E também não preciso dizer que fiquei novamente sozinho, certo?

Minha sinceridade costuma me colocar em saia justa. Formado em jornalismo, mesclo a minha profissão - que pede o exercício pleno com imparcialidade - com as minhas opiniões pessoais (onde cada ser humano tem a sua) e isso me prejudica bastante. Tem gente que gosta e prefere pessoas autênticas e verdadeiras, mas a grande maioria prefere ser bajuladas com a falsidade.

Num episódio mais recente, quase perdi uma GRANDE amiga que muito gosto e considero. Ela me pediu para fazer um serviço em seu lugar, e eu fui. Fiz todo o dever como manda o script, e depois que sai de lá fiz um comentário pessoal na minha página do Twitter sobre como os integrantes do local se comunicam.

Ela não gostou e ficou profundamente chateada com isso. Deu-me razão pelo comentário que estava certo, mas disse que mesmo assim eu não deveria ter dito, pois tem gente que não gosta e prefere não saber da verdade. Portanto, se percebi tal situação, que deixasse os outros perceberem ao ir lá.

Disse ela: "Filipe, tem gente que não gosta de saber umas verdades e prefere não ser corrigido pelos outros. É preciso ter cuidado. Precisamos nos policiar para falar só coisas boas que não prejudique ninguém, e camuflar as críticas que alguém pode não gostar". Ela tem razão, também. Essa minha amiga foi feliz na colocação.

Quantas vezes nos disseram verdades que machucam? Serviu para alguma coisa? Se não for ajudar, é melhor não dizer. Falar para uma pessoa que ela é gorda - se ela sofre com isso - ou dizer que é manca, careca, FEIA, tem nariz de batata e jeito mongol, são verdades que doem. Se ela já sabe destes problemas, pra que vamos ficar relembrando?

Quando falamos uma verdade, tudo depende da forma de dizer. Falar para um filho que foge do banho:
- Vai logo tomar um banho, porque senão tu vais continuar fedido deste jeito seu porco imundo.

É a mesma coisa que dizer:
- Querido, tens como tomar um banho hoje? É que o suor impregnado no teu corpo está infestando a sala e isto não faz bem ao ambiente e nem a sua saúde.

Verdades iguais, porém ditas de um modo diferente, saca? A verdade de uma crítica dói, mas pode ser amenizada num simples jeito de falar. Tudo depende da intimidade existente entre a pessoa que vai dizer e aquela que vai escutar.

10 comentários:

  1. As verdades as vezes doem mesmo.. Eu tenho uma amiga, q o marido dela eh todo saradão.. Ela não eh uma pessoa magra, mais tbm nao eh gorda.. Eh do tipo gostosa sabe? Mais uma vez antes deles casarem, pessoas do mesmo circulo de amizade, começaram a falar q ela tava gorda, q o namorado dela ia largar dela pq ele era saradão e nao sei oq.. Eu fui e falei com jeitinho pra ela.. Pra ela se cuidar um pouquinho. E ela?? Ela me agradeceu e emagreceu e esta lindissimaa.. E o namorado dela?? Ama ela do jeito q ela eh!! Eu sou sincera tbm.. Ja passei por varias saias justas!! hehe

    ResponderExcluir
  2. Lipe, nunca vou te perguntar se estou bonita. #fato

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkk pode perguntar Pri.

    Primeiro pq (pelo pouco q te vi e nas fotos q vc posta), não vejo vc saindo igual a Noiva de Chuck.

    E segundo, pq to aprendendo a ser mais sociável ;)

    ResponderExcluir
  4. Eu prezo pela sinceridade. Ainda mais se a pessoa faz uma pergunta. Mas é claro que vc pode dizer um simplesmente "não gostei, não faz o meu tipo" do que dizer que a pessoa "tá arrumada para ir para o circo". Aí só o bom censo mesmo para fazer a distinção.

    Eu colocaria da mesma forma a mensagem no twitter, mas não daria nomes. Quem estava lá, claro que vai saber, só que eu não vou apontar, ainda mais sem intimidade. Se eu tenho a minha opinião e posso expô-la, digamos que basta não divulgar a fonte! ;)

    Contudo eu não vou me policiar por bobagem tb. Tem muita gente grossa, sem noção, mas tb. tem muita gente sensível demais, que vc não pode dizer uma vírgula que fica sentida.

    ResponderExcluir
  5. respeito sempre é bom, bom senso também, principalmente da parte de quem pergunta.
    não há relação direta entre sinceridade e crueldade.

    ResponderExcluir
  6. Cara,tem certeza que eu escrevi senso com c?
    Santa Burrice a minha...

    ResponderExcluir
  7. Pior eu que fui atrás e escrevi como estava no texto. Só reparei isso qdo recebi a resposta de tavares crazy hat tattoo

    Nem colando eu acerto!

    ResponderExcluir
  8. Sacanagem meu, minha mãe sempre dizia "Vai logo tomar um banho, seu porco imundo." E funcionava. Por que ela não falava "Filhinho, tens como tomar um banho hoje?" Porque não teria chance de ser atendida.

    ResponderExcluir
  9. Eu sou a favor de mentirinhas sinceras de vez em quando. Nunca diga pra uma mulher que ela está gorda ou feia. Minta que a gente adora!

    =)

    ResponderExcluir
  10. Hoje que consegui dar uma passada por aqui... Minha opinião sobre tudo isso é: a pessoa que custuma ser sincera, falar "a verdade" espera isso dos outros consigo, e quando não recebi se decepciona muito! Acho que no meu atual momento... estou preferindo ser perguntada e sinceramente ser "verdadeira" quando eu julgar que devo. Pessoas sensíveis muitas vezes sofrem o dobro... Aprendi isso! bjuu querido!

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso