segunda-feira, 12 de julho de 2010

A vida é isso que você faz

Quando um político desvia dinheiro da educação para o próprio bolso,
Uma pessoa tira o seu tempo voluntariamente para educar crianças na favela.

Quando vândalos quebram uma praça pública,
Outra pessoa recolhe lixos na beira-mar e depois cuida de uma quadra de esportes.

Quando um caminhoneiro fura o sinal vermelho com manobras arriscadas,
Um motorista pára antes da faixa de segurança para o pedestre atravessar.

Quando o executivo reclama do seu trabalho e da vida nos aeroportos,
Um lixeiro trabalha cantando por ajudar no sustento da casa.

Quando uma mulher bate à porta na cara de uma criança com fome,
Jovens vão ao orfanato levar mantimentos e brincar com os pequenos.

Quando um técnico de telefone deixa o serviço pela metade porque o expediente terminou,
Um médico sem plantão deixa à família para atender o paciente 4 horas da manhã.

Quando um homem casado deita com a mulher do amigo,
Uma família mostra aos filhos o valor da união e da fidelidade...


A publicação destas diferenças na vida das pessoas, serve para mostrar que quando alguém não age certo, tem outro ser humano com atitudes exemplares. Quantas vezes você já se perguntou: "De que adianta eu ser correto, se todo mundo fica bem ao fazer as coisas erradas?". É neste momento que o desânimo aparece, por pensar que ninguém mais tem amor ao próximo e a humanidade está perdida.

A frase mais corriqueira hoje em dia é: "O mundo é dos espertos". Sim, mas para ser esperto precisa ser mal? Desta pergunta, surge outra constatação: "Bonzinho só se fode". Ela também não está errada, pois quando uma pessoa é boa, ela - em alguns casos - vira fantoche na mão de pessoas má intencionadas.

Não somos perfeitos e erros são praticados todos os santos dias (uns mais e outros menos). Todavia, não precisamos jogar tudo para o alto e cometer atos insanos em benefício próprio. A vida não é para sempre, e essa ficha precisa cair. Quando chegar o nosso momento final, devemos ter uma mente limpa para descansar em paz. Deve haver o questionamento: Valeu a pena viver com as coisas que eu fiz e deixei de herança para o próximo? Se a resposta for Sim, ótimo! Caso contrário, reavalie o seu presente.

Tem um vídeo legal no YouTube criado pelo novo Vlogger, Gustavo Horn, que levanta uma questão: O que você faz da sua vida? Com ótima produção, ele dá dicas de como fazer o mundo melhor com o pensamento de Charles Chaplin. Confira!

Você será lembrado pela marca que deixar

A postagem de hoje é dedicada para você, que não desistiu de ser bom e justo. Não que você seja perfeito, pois isso está MUITO longe dos humanos (só Deus conseguiu isto), mas não se deve desistir de chegar mais próximo do Bem. Encerro com uma lição daquela que foi exemplo em vida, Madre Tereza de Calcutá.

Muitas vezes, as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas.
Perdoe-as assim mesmo.

Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta, interesseiro.
Seja gentil assim mesmo.

Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos é alguns inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco, as pessoa podem engana-lo.
Seja honesto assim mesmo.

O que levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem PAZ, é Feliz, as pessoas podem sentir inveja.
Seja Feliz assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor assim mesmo.

Veja você que, no final das contas, É ENTRE VOCÊ E DEUS.
Nunca entre você e as outras pessoas.

6 comentários:

  1. As pessoas tendem sempre achar que a responsabilidade de melhorar o mundo é sempre do outro... e ficam ali, paradas, só reclamando.
    Eu queria fazer tanta coisa, mas faço bem poucas.. as vezes penso só em melhorar o meu mundo e nem assim consigo..

    Gdes beijos!

    ResponderExcluir
  2. Me fez lembrar desse poema do Pessoa:

    “Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

    ResponderExcluir
  3. Sabe qual o problema Felipe?É que tem mais gente ruim que gente boa cara.
    Acredito que todo mundo é bom e ruim ao mesmo tempo,geralmente as pessoas são mais boas que ruins.Mas o negócio esta se invertendo.Eu por exemplo costumava ser mais bom que ruim.Não sou mais.

    ResponderExcluir
  4. Isso que vc falou Chicuta, me fez lembrar um trecho de uma história com um sábio.

    O cara chega pra ele e pergunta: Como vc consegue ser bom direto, mesmo com as pessoas pisando em vc? Eu não consigo (nem eu).

    E ele disse: Todo mundo tem dois leões dentro de si: o bom e o ruim. E um deles vai vencer, depende do qual a gente alimenta mais.

    Achei interessante, mas é aquela coisa... é tão mais fácil ser ruim do q bom.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou cristão, mas gosto muito também da doutrina do Buda.
    Uma passagem do Darmapada diz o seguinte:

    “O homem mau sente-se bem,
    até quando o mal não der frutos.
    Mas quando o mal frutificar,
    o mau, sim, o mal sentirá.

    O homem bom sente-se mal,
    até quando o bem não der frutos.
    Mas quando o bem frutificar,
    o bom, sim, o bem sentirá.

    Que o mal não desprezes, dizendo:
    “O mal não me vai atingir”.
    Assim como as gotas que caem
    enchem d´água o pote de barro,
    o tolo está cheio do mal
    que pouco a pouco acumulou.

    Que o bem não desprezes, dizendo:
    “O bem não me vai atingir”.
    Assim como as gotas que caem
    enchem d´água o pote de barro,
    o sábio está cheio do bem
    que pouco a pouco acumulou.”
    (Darmapada – A Doutrina Budista em Versos, trad. Fernando Cacciatore de Garcia, IX.4-7)

    Ilude-se a si mesmo quem faz o mal pensando que vai ficar impune ou quem se omite de fazer o bem julgando que não está perdendo nada com isso.

    ResponderExcluir
  6. Gostei da passagem citada por Leroy. A vida nos mostra que ela é bastante verdadeira. Por mais descrentes ou céticos que possamos ser, o mal sempre acaba voltando para quem o espalha. Nem que seja numa dolorosa crise de consciência ou falta de paz. E se formos pensar bem, pra que mal maior do que não viver em paz?

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso