quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Seja forte!

Há momentos na vida em que não temos palavras para expressar aquilo que gostaríamos de dizer. Nestas horas, uma música surge com todas as letras daquilo que queríamos ter dito. Quando não acontece com a música, é um anjo em forma de gente que surge para falar o que precisávamos ouvir.

Não sei como está agenda de vocês e de que forma cada visitante do blog tem passado os últimos dias. Muitas festas? Trabalhos? Brigas? Viagens? Enfim...

A minha vida está corrida e do jeito que pedi a Deus, mas bem atribulada. Quem aqui já resolveu três problemas e - antes que pudesse comemorar - se deu conta que apareceram mais seis? Para viver, é preciso saber administrar e vencer as adversidades que surgem no dia a dia.

Estes dias eu caminhava no centro desanimado com tantos problemas, e das pessoas que insistem em nos desvalorizar. Sabe quando você está de "saco cheio"? Pois é,  quando eu pensava numa forma de colocar minha vida em ordem, apareceu um cego que pediu carona (pelo braço) para chegar ao seu destino. Na mesma hora, amassei os meus problemas e joguei fora. Eles não são NADA, perto da condição de vida de outras pessoas.

Fiquei mais confortável quando assisti a este vídeo mundialmente conhecido do Nick Vuijicic. Ele é deficiente e nos deixa uma GRANDE lição de vida. Quem puder, assista.


"O ser humano pode suportar muito mais do que imaginamos"

6 comentários:

  1. É legal ajudar os outros, né? Faz mó bem!
    Eu moro pertinho do Ines - Instituto Nacional de Educação de Surdos - e trabalho colado ao Bejamin Constant (para cegos). Ambas são as entidades mas reconhecidas por aqui no "ramo". Os mudinhos estão sempre em bando, vc observando eles fazem o maior barulho em silêncio, é interessante.
    Já os cegos precisam mais de ajuda. Os agentes do metrô vão e vem com eles. Acho o maior barato!

    Espero que o problema que te incomoda, aquele que aporrinha mais, seja sanado logo. xoxo

    ResponderExcluir
  2. Sabe, vc é muito novo ainda Fil, para estar dando tamanha dimensão aos problemas. É bom mesmo, tomar um choque de realidade para ver o que as pessoas enfrentam por ai. E o que vc falou ai, de desvalorização, é assim mesmo que ocorre. Vc faz, veste a camisa, se esforça para fazer o melhor, mas nunca está bom o suficiente. Bom mesmo, é prestar atenção em vc, o que vc anda fazendo por vc mesmo e pelas pessoas que realmente o amam e por aqueles que precisam... O tempo passa muito rápido, e quando olhares no espelho, não terá a mesma vitalidade e estarás sempre fazendo o melhor pelos outros enquanto sua vida passou pela janela! Conselho: aproveite bem a companhia das pessoas que vc ama, seus pais, avós, amigos verdadeiros, pois a verdadeira felicidade está nas coisas mas simples e no momento em que todos passarem, serão eles que estarão ao seu lado. Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Sempre, em qualquer lugar do mundo, vai ter alguém com problemas maiores que os nossos.
    O complicado disso tudo é que acabamos sempre por sentir o turbilhão daquilo que NOS pertuba, já que não podemos viver o que o outro sente.
    Mas por muitas vezes nos detemos em cada coisa pequena, sem necessidade, que é sempre bom acordar e ver que ainda existem coisas pelas quais se deve acreditar.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Ver a dificuldade alheia e dar aos nossos problemas seu tamanho real é sabedoria.
    Não que as nossas limitações por bobagens não sejam importantes, mas porque saber ver que os mais limitados se superam e acreditar que se pode fazer isso.

    ResponderExcluir
  5. Você é muito bonzinho cara,se fosse eu daria uma rasteira no cego e roubaria a bengala dele.

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso