sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

E o meu amigo secreto é...

Olha só dezembro voando diante os nossos olhos e o natal enfeitando a sala. Alguém pede pro Papai Noel esperar a gente pagar as contas e colocar as promessas feitas para 2010 em dia, antes dele descer pela chaminé? Não tem jeito? Então deixa, o natal está ai e com ele vêm as famosas brincadeiras de "Amigo Secreto" - ou "Oculto" para outras pessoas.

Terceirão é época de despedidas, preparação para o vestibular e festas. Então a sala do meu irmão (que se formou recentemente) resolveu marcar o encerramento das aulas com um "Amigo Secreto" para descontrair a turma. A professora de biologia, Margareth, é convidada e participa da retirada dos bilhetinhos com os jovens. Todos estão com os papéis na mão e perguntam se está tudo certo. A professora solta um sorriso "amarelo" e diz para turma:

- Sabem como é, né. Tenho muitos alunos e não me lembro de todos, mas está tudo bem!

A aula termina e o professor de matemática aparece perguntando ao grupo: - Gente, a professora Margareth mandou perguntar quem é a Ana Paula?

A risada foi geral e no dia da revelação, a professora pede desculpas aos alunos: "Pedi ao professor que me falasse quem é a aluna, mas não imaginei que ele fosse perguntar pra vocês". Sem problemas, os alunos responderam. Quando chegou a vez dela revelar o amigo secreto, ela diz: "E a minha amiga secreta é a Ana Paula" (Ohhhh, que surpresa... NOT). No que ela ia entregando o presente para primeira aluna da fila, os alunos dão a dica: "Não é ela professora, a Ana está bem atrás de você".

Normal, quem brinca de Amigo Secreto com muita gente corre esse risco de não conhecer o contemplado. Nesta semana foi a vez da minha mãe, que também é professora, revelar seu amigo secreto na sala de aula. Com direito a refrigerante, salgadinho, bolo e doces, ela conta para os alunos:

Professora: - A minha amiga secreta é muito querida, legal, foi uma boa aluna e pediu um sapinho de presente. É a Beatriz!
Todos: - Aeeeewwww, parabénss! Vai lá Beatriz, mostra o presente e diz quem você tirou.
Beatriz: - Obrigada professora, amei o presente. E a minha amiga secreta é...
Aluna frustrada: - ESPERA, TÁ ERRADO! Foi eu que tirei a Beatriz. Está aqui o meu bilhete ó (e todos: óhhhh), tem alguma coisa errada.
Professora: - Gente, mas não é possível. A minha amiga secreta só pode ser a Beatriz porque ela pediu um sapinho de presente...
Joana: - Eu também pedi um sapinho de presente, professora. Então você me tirou!
Professora: - Que vergonhaa! Beatriz, se importa de devolver o presente pra Joana? Troquei tudo... 


Então Joana recebeu o presente já aberto pela Beatriz e a Beatriz ficou sem o sapinho que queria, porque à aluna frustrada comprou outra coisa no lugar. Para encerrar essa bonita festa, minha mãe reúne toda turma.

Professora: - Fiquem todos pertinhos e grudadinhos que vou tirar uma foto de recordação, ok? 1, 2, 3 e lá vai... Ficou LINDA! Agora alguém vem aqui tirar a foto da professora com os alunos.
Aluna legal: - Eu tiro! Isso, todos juntos. Lá vai hein. 1, 2, 3 e... e... e... professora, apagou tudo!
Professora: - Capaz, desliga e liga de novo. Acho que tu não sabes fotografar direito.
Aluna legal: - Não tem jeito, professora. Não tem mais bateria.
Professora: - EU VOU MATAR O MEU FILHO! (Neste caso... sou eu)

É assim mesmo minha gente, os anos passam, as tradições continuam e os erros acontecem. O importante é se divertir e aproveitar o máximo de cada momento, pois lá na frente só vai restar a saudade. E que venha outros amigos secretos ou nem tão secretos assim.


Obs: Imagens ilustrativas e reprodução dos diálogos simulados pelo relato de quem participou

Um comentário:

  1. hahaha mto bom!
    Daí tiramos uma grande lição... não fazer amigo oculto com professores. kkkkkkk

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso