domingo, 3 de abril de 2011

Aprendendo a viver com decepções nas amizades

Todo mundo um dia vai te decepcionar. Família, namorada, patrão, colegas de trabalho e, principalmente, os amigos. Já vi muita amizade se desmanchar por motivos bobos. É um tal de: "fulano disse que você falou isso de mim". Ou "eu não gostei dessa atitude que você fez... não fala mais comigo". Quando há embasamento tudo bem, é compreensível. O problema é quando acontece intriga por interpretações equivocadas de algum fato com a participação de ambos.

Quantos amigos deixaram de se falar porque uma vez estavam na festa e um preferiu sentar na outra mesa, com outras amizades? Tem gente que briga até por causa da cerveja compartilhada, quando um bebe mais que o outro. Há os amigos que deixaram de se falar por ciúmes, empréstimos, ficantes, brigas, inveja e - pior de tudo - fofocas. Ah, essas fofocas... que horror. Sabe qual a melhor forma de juntar duas pessoas? É falar mal de uma terceira.

Nada une mais as pessoas do que falar da vida alheia. A fofoca é a principal culpada pelo término de relacionamento, seja casamento, namoro ou amizade. Eu não sei por que muitas pessoas carregam a inveja dentro de si. Quando ela é boa no quesito de querer ter um bom carro e uma casa para morar, não há problemas. A questão é quando a inveja é destrutiva, onde a pessoa não se contenta em ter algo para ela. Ela precisa adquirir o desejado e deixar a outra pessoa sem nada.

É assim que começa as tribulações nas amizades. Uma terceira pessoa, carregada de péssimos sentimentos, se aproxima do seu amigo e fala mal de você (faz a sua caveira). Deixa o relacionamento estremecido. Então você se pergunta: "Ah, mas quem é amigo de verdade não vai se deixar levar por fofocas de terceiros". Bingo! Reflita: olhe quantos amigos tens de verdade em que podes confiar 100%? Se tiver mais de um, meus parabéns. Temos muitos amigos, mas poucos são os verdadeiros. A maioria é de momento, sejam em festas, encontros, confraternizações ou trabalhos. São amizades importantes, mas frágeis que se desmancham ao sabor da primeira briga.

Amigos de verdade, estes sim estão em extinção pelo mundo. Confiam em si, não têm segredos, defendem suas posturas perante os outros, jogam as verdades na cara, mostram quando o outro está errado, brigam, trocam socos, se arrependem, abraçam, choram juntos e prometem não mais brigar. Então vem a próxima festa e as brigas se repetem, mas eles são amigos. Podem se desentender, mas não há orgulho que os impeça de pedir desculpas depois. Estes vão envelhecer sendo amigos para sempre.

Graças a Deus sou rodeado de amigos. Amigos para os momentos diversos que alegram a minha vida. Porém, tenho levado cada punhalada nas costas que passei a refletir quem são os meus amigos de verdade. Não vou arriscar números, mas sei que são poucos... bem poucos. Ou quase inexistentes. Não gosto de falsidade. Gosto de gente espontânea, sincera e verdadeira. Não sorria pra mim, se na minha ausência você denigre a minha imagem até não poder mais. Mesmo que não sejas o autor das agressões verbais, mas o fato de emprestar o ouvido e concordar com que escuta te faz um membro da falsidade.

Lamento profundamente quem escolhe o caminho da maldade, sem você dar motivos para isso. Dizem que "As decepções não matam, mas ensinam a viver". Então posso afirmar que tenho aprendido a viver bastante... (não do jeito que gostaria)

13 comentários:

  1. Seja bem-vindo ao clube!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, nem sei mais o significado da palavra amizade para ser sincera nunca soube, pois no meu percurso de vida encontrei pessoas que por um certo momento pensei que fosse amizade, mas não passava de uma farsa...

      Excluir
  2. Cara nós temos uma palavra pra por nestas muitas pessoas que você tem aí, 'Colegas', quase ninguém usa essa palavra, parece que nossas máscaras ou edo sei lá nos leva a chamar todos de amigos heheheh.

    Bem vc mesmo deu umas dicas do que ser um amigo, tem muitas outras por aí, é só vc aplicá-las a vc em relação a essas pessoas q vc achará o número correto, não se assuste se for nenhum ou só um!

    Aí, vc escreveu isto como texto, só pra comentar ou pq um causo te levou ao desabafo? Seu texto mostra autos e baixos, contradições bem comuns de afirmação e negação pelo medo. Mas concordo "As decepções não matam, mas ensinam a viver".

    ResponderExcluir
  3. Léo e Elrom, agradeço as manifestações. Lemos muitos blogs por ai, mas ter a disposição de comentar é para poucos.

    Elrom: sobre a pergunta de qual circunstância eu escrevi essa postagem, te digo q foi mais por desabafo mesmo. Pessoas que considero super amigos e estão me decepcionando.

    As contradições aparecem, pois a nossa vida também é repleta de contradições e altos / baixos. Um dia não estamos bem e queremos ficar em casa, mas basta aparecer um convite que acabamos saindo (mesmo contra vontade). Esse é um pequeno exemplo das contradições que enfrentamos.

    Além de desabafo, a postagem serve para abrir os olhos de quem por aqui passa. Quem são realmente seus verdadeiros amigos?

    Também existem os "colegas", mas acho que isso se aplica aos conhecidos de sala de aula ou local de trabalho que conversamos (apenas) naquele local.

    Considero amigo quem sai contigo fora destes locais, festa junto, viaja junto, conversa mais, conhece tua família e há mais contatos.

    Agora, saber quem são os amigos de verdade... ai já é outra coisa.

    ResponderExcluir
  4. Desabafo bom! Conselho ruim! Temos sempre essas manias de querer ter e fazer parte, mesmo que vc esfreque nos olhos ninguém vê não! Tente dizer pra um amigo que ele tá sendo traído pela garota que ele ame pra ver quem dança!

    Percebi, colegas parece coisa de escola e trabalho pra muitos, mas colega só esta aí nas horas boas, nas ruins só amigo mesmo! Portanto pra mim fala só de colegas ^^, mas cada um e cada setença que tem.

    Experimente testar vc mesmo disse "Confiam em si, não têm segredos, defendem suas posturas perante os outros, jogam as verdades na cara, mostram quando o outro está errado, brigam, trocam socos, se arrependem, abraçam, choram juntos e prometem não mais brigar. Então vem a próxima festa e as brigas se repetem, mas eles são amigos. Podem se desentender, mas não há orgulho que os impeça de pedir desculpas depois. Estes vão envelhecer sendo amigos para sempre." Isto aí nem risca, mas faz vêr melhor, confronte cada um q vc considera com isto que vc acha, quem sabe vc descubra algo!

    No mais o melhor amigo que eu tenho sou eu mesmo, lamento dizer, mas o resto são colegas de momentos, nunca de vida.

    Good Luck e como disse o carinha welcome ao sonho que virou pesadê-lo!

    ResponderExcluir
  5. bem eu sei o seguinte, colegas nos temos muitos, amigos são poucos, antigamente eu era muito sacana, falava mal, brigava, e achava que estava certo com o tempo descobri que agindo assim as pessoas estavam se afastando de mim, parei, sempre converso com a pessoa que eu acho que esta errada e descobri que na maioria das vezes era outros problems que ele tinha e queria descontar e nos amigos, fui indo e hoje sou diferente, sempre entro pra ajudar se nao der vou embora, e adquiri mais amigos, a maioria dos meus colegas viraram meus amigos, é muito mais facil dizer obrigado, ta certo, desculpa do que gritar e brigar e isso nao custa nada, nao sei com todos, depende do problema, mas hoje sou feliz e adoro meus amigos e colegas, hoje quando encontro com um amigo ou colega, abraço e beijo, dou bom dia, boa tarde e boa noite, SOU FELIZ, MUITO OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  6. Há, como foi falado no post, poucos amigos de verdade. A dificuldade de algumas pessoas, no entanto, é de não conseguir preservar a amizade e estragá-la com essas coisas que vão acontecendo no dia a dia e deixadas de lado. Mesmo aquele amigo leal, sincero e disposto a te ajudar, um dia, cansará. E é porque, ele, assim como qualquer outro, é humano.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do blog, então voltei. Estou lendo aos poucos, por isso o comentário neste post antigo.
    O ser humano é muito estranho. Esse negócio de inveja, fofoca, puxar tapete me deixa desolada. Uma invejinha de alguma coisa material vá lá, mas esse negócio de ficar tramando a queda de outro não suporto, nunca fiz mas já fizeram comigo, sei como é. Às vezes quero concordar com Rousseau e dar uma desculpa pra esses "amigos", que talvez eles tenham sido criados com maus exemplos, mas no fundo acho que quem está certo é Maquiavel mesmo, a maldade já vem com a pessoa. Podemos nos considerar com sorte se no final da vida tivermos 1 amigo verdadeiro.

    ResponderExcluir
  9. O tempo é nosso mestre. Esse tempo a que me refiro é o mesmo em que venho navegando na Internet, semeando amizades, muitas....mas, verdadeiras? Poucas! Algumas até pareciam...ah, as aparências, como enganam, não por muito tempo porque a máscara começa a surgir de mansinho... A couraça CAI!

    ResponderExcluir
  10. Seja bem vinda ao Clube...
    Por fofoca eu fui prejudicada, essas pessoas que diziam ser meus amigos , na verdade não são mais, quer dizer nunca foram...

    ResponderExcluir
  11. o que esta acomtecendo agora comigo é que tambem pensava que tinha amizades verdadeiras Mais eu tinha era um grupo de falsidades povos invejoso ganancioso que so querem algumas pessoas pra si nao entendo porque uma pessoa tenha inveja da amizade da outra não ientendo o que leva ela ter inveja

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso