quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Uma breve homenagem a minha mãe, Sandra

Ontem foi aniversário da pessoa mais importante da minha vida: Minha mãe, Sandra. Mulher de fibra, garra e coragem que me deu tudo do bom e do melhor, mesmo sendo uma professora não efetiva que precisou se virar nos 30 para manter a casa com luz, água e comida. Nunca deixou faltar nada e lutou para formar os filhos em colégio que o salário não dava conta de pagar. Essa é a minha mãe, que tanto amo e amarei pelo resto da vida. (Filipe, tens pai? Sim, tenho. Mas... né? Não substitui). Minha mãe foi sempre a mantedora oficial da casa, que controla tudo e se preocupa em dar a melhor educação para os filhos. Cada ser humano tem uma pessoa que gosta mais e admira. No meu caso, esse alguém é a minha mãe.

Dizem que tenho muitas coisas semelhantes a ela. A começar pela ansiedade exagerada, sinceridade e a garra de lutar pelos meus objetivos. Porém, uma das coisas que não puxei foi essa vontade de comemorar aniversários. Incrível como minha mãe AMA fazer festa de aniversário e ganhar os parabéns. Neste 13 de setembro não foi diferente. Ela encomendou uma torta salgada e levou mais outra doce para comemorar na escola com os professores e funcionários. De noite ela fez o mesmo para celebrar conosco em casa. Admiro, sabe? Porque sou o oposto.

No meu aniversário eu sempre fujo de festas e desvio dos parabéns. Gosto de recebê-los, mas não curto muito comemorar. É tanta demonstração de carinho no dia do nascimento da gente, que eu fico me perguntando: Meu Deus, eu mereço isso tudo? Fica a dúvida. Já a minha mãe merece, e ela sabe disso. Não é a toa que faz questão de comemorar com todos que pode esta data especial que marca mais um ano de vida, com saúde (o mais importante). Eu poderia ficar aqui usando todos os caracteres disponíveis neste blog para homenageá-la e demonstrar meu amor por ela, mas não seriam suficientes.

Então, ontem, usei 140 caracteres para mandar uma SMS carinhosa dizendo que a amava. Para ela eu posso usar TE AMO com todas as letras, pois sei que é para sempre. Amor de mãe nunca acaba, e é o único amor verdadeiro que o homem recebe durante toda sua vida. Por isso não me resta outra opção, além de agradecê-la novamente. Obrigado mãe por ter me criado, oferecido educação e ajudado enfrentar essa vida. Agradeço ao bom Deus todos os dias pela sua existência e sempre finalizo minha oração dizendo:


"Que no próximo ano eu possa contar mais uma vez com a tua ungida presença". 
Amém :)

4 comentários:

  1. Filipe! que linda sua mãe! E realmente é o amor mais felpudo que existe =) a gente briga e depois volta com o rabinho entre as pernas pedindo carinho e ela dá um simples sorriso e abre os braços pra te receber =)
    p.s.: Acho que sou pior que vc... no meu último aniversário até desliguei o celular. =/ Mas foi o pior niver da minha vida porque fizeram coisas ruins pra mim dias antes.

    ResponderExcluir
  2. Lindo,Bjos. Vamos ver se agora vai dar certo com o comentário.

    ResponderExcluir
  3. Sei que tudo que escrevestes é a mais pura verdade. Nós sabemos o quanto foi batalhado para alcançarmos certos objetivos em nossas vidas. estou muito orgulhosa de teres feito um depoimento lindo para mim, não é qualquer filho jovem que tem a coragem de dizer o quanto admira e ama sua mãe. Deus me deu um privilégio muito grande de ter um filho tão abençoado e amado. Te amo muito, e nunca esqueças disso. Estarei sempre aqui.
    Ah!!! Se DEUS quiser, estaremos comemorando no próximo ano.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. O comentário veio, mãe s2


    E obrigado pelas palavras, Miriam ;*

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso