terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Deixa que digam, que pensem e que falem

É tão chato quando você pensa que esta fazendo tudo certo, e aparece alguém cortando o teu barato pedindo para mudar. Nunca fui bom em aceitar críticas ao meu respeito, mas sempre ouvi com muita propriedade o que as pessoas têm a me falar. Se for algo destrutivo, ignoro completamente. E se for construtivo, fico ali para ouvir tudo até o fim. Prefiro mil vezes quem me procura para dizer o que não gosta em mim (na minha cara), do que quem sai por ai atirando pedras e manchando a minha reputação na surdina.

O fato é que você nunca vai conseguir agradar todo mundo. Na internet, por exemplo, se fico sério não agrado quem se identifica com o meu lado bem humorado. Se viro um bobão postando bobagens para se divertir e descontrair nas redes sociais, acabo afastando quem está ali só para ler coisas sérias. Tu podes ouvir todos os conselhos do mundo, seguir à risca o que as pessoas têm de sugestão (até porque na avaliação delas, elas é que sempre estão certas), mas não adianta. Vai ter sempre alguém para reclamar e dizer que gostaria que fostes diferente.

Citei o exemplo da internet, porque é o meio que mais recebo críticas e elogios. Uns se identificam com minha forma espontânea e brincalhona de se comunicar, já outros acham que isso prejudica minha imagem e recomendam mudar a postura nas redes sociais. Ou seja, nunca vou agradar todo mundo. Por isso acho que cada um deve interagir da forma que se sente melhor, desde que não prejudique e nem calunie a imagem de ninguém. Quem não se identifica, é simples: o unfollow/desfazer amizade é serventia da casa.

São poucos capazes de entender quando você posta algo com ironia, humor, sarcasmo ou por descontração. Vejo as redes sociais como um grande playground onde as pessoas estão ali para brincar, interagir e falar assunto sério. A Karini Lima postou no Facebook algo que resume bem o que eu acho das pessoas que querem passar uma imagem toda "politicamente correta" no mundo virtual. Espia:


Perfeito!

Não suporto quem quer pregar uma imagem de politicamente correto na internet, sendo que na vida real faz mais "merda" que quem posta as besteiras e se diverte pela rede. A questão é simples, não existe o certo e o errado nas redes sociais. Existe sim o que cada público ou amigo se identifica. O que é errado mesmo continua sendo denigrir, caluniar, roubar e matar.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Quero amor sincero, isso que eu espero...

No amor, há quem me ache pessimista por desacreditar nas promessas feitas por 90% dos casais. Outros me chamam de recalcado por estar solteiro e sem ninguém. E há aqueles que me colocam na categoria dos gays por seguir na contramão do instinto masculino de passar o rodo e sair pegando geral. Tudo bem, opinião é que nem o toba não é mesmo? Cada um tem o seu, dá quem quer e outros soltam merda demais.

Eu só acho que entre escolher alguém que mude o status do seu Facebook, prefiro procurar alguém que mude toda minha vida. Sigo o pensamento de Maria Callas: "Prefiro andar só a me relacionar com imbecis". Está cheio de imbecis por ai namorando porque dá "status". Seja na rede social, familiar ou entre amigos. Nem se amam, mas estão juntos por comodidade. Eles cansaram de procurar alguém que valesse a pena e escolheram o primeiro que apareceu na lista. 

Olha. Não é que eu seja pessimista, mas quando alguém fala que está num "amor eterno" eu fico contando quantos meses vai durar essa "eternidade". Porque, né? Tem gente que acha o amor eterno umas cinco vezes por ano. Orkutizaram os sentimentos. Banalizaram a palavra "Eu te Amo". Espalham palavras fortes e criadas para serem ditas no ápice dos sentimentos, como quem diz "Bom dia". Anunciam para todo o mundo o início do namoro, mas depois ficam com vergonha de mostrar a separação e o fracasso da relação. 

Por favor, vamos medir melhor essas palavras. Não joguem fora declarações importantes como quem diz "estou com fome". Aos casais que permanecem juntos: cuidem-se, amem, zelem um pelo outro, façam declarações sensatas e sinceras. Não abusem das frases românticas prontas e ditas da boca pra fora com o coração vazio. Valorize realmente quem te quer bem e faça juras de amor eterno somente se tiveres a certeza disso, em momentos importantes.

Para quem está solteiro, assim como eu, não desanimem. Tenham calma, paciência e esperem o coração bater mais forte antes de sair namorando qualquer uma por "pressão da sociedade", status ou impulso. Buscar um relacionamento no auge da carência é como ir ao supermercado com muita fome: Qualquer porcaria serve. É isso gente... abram os olhos e amem muito, mas amem com sinceridade. O que você diz pode conseguir enganar outra pessoa, mas nunca o seu coração. Como dizia o nosso Tim Maia: "Quero amor sincero, isso que eu espero..."


Eis alguns desejos para este mundo:

Por um mundo com menos amor eterno e mais amor presente!

Por um mundo com menos "te quero para sempre" e com mais "te quero enquanto vc me fazer sorrir"

Por um mundo com menos "se cuida" e mais "to indo ai cuidar de você".

E por um mundo com menos "saudades" e mais "abre essa porta que estou aqui te esperando".

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso