segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

A noite que não teve fim

Passei o dia todo azedo, angustiado e sem graça. Acho que muitos ficaram assim também, pois qualquer pessoa que possui um pingo de sensibilidade é capaz de se colocar no lugar do próximo e se compadecer por tamanha dor. A tragédia em Santa Maria - RS, na madrugada de domingo (27/01/2012), onde mais de 230 jovens morreram no incêndio da boate Kiss deixou um país de luto. Ficamos consternados pela dimensão do caos, e choramos juntos com os pais que perderam para sempre o abraço dos seus filhos. A tragédia no Brasil foi destaque em todo mundo, mas os jornais catarinenses foram os que melhores traduziram essa dor em território gaúcho.


 Sim, choramos

Ninguém se arruma, coloca o perfume, veste a melhor roupa e sai em busca de divertimento para voltar num caixão. Chorei pelos que não voltaram, chorei por quem perdeu amigos, chorei pelos pais que foram arrancados da cama para reconhecer o corpo sem vida do filho e mergulhar num pesadelo real... chorei. A Elaine Gonçalves foi uma destas que perdeu o abraço de um filho e vive a agonia de ver o outro em estado grave no hospital. Clica na imagem abaixo e acompanhe o relato dela no programa Mais Você.



Tragédias sempre me abalam e deixam angustiado por alguns dias. Entre os textos mais impressionantes de quem narrou o acontecimento, o relato da jornalista Bruna Scirea no Blog do Editor foi o que mais me comoveu: Depois de mais de oito horas de cobertura, de adrenalina saindo pelos poros, um tweet vindo de um colega do Grupo RBS arrancou o que restava de mim. E o desabafo foi inevitável. "Um bombeiro apanhou um daqueles celulares que tremiam no chão. O aparelho registrava 104 chamadas. Na tela: MÃE”.


Sem mais para o momento :`(

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Alô Alô 2013

Alô Alô Alô Alô, vocês sabem quem sou eu?


Risos!

To vivo, gente! (Aplausos). E to fazendo essa postagem só para tirar um pouco o pó deste blog abandonado e colocar a data de 2013 aqui, já que um novo ano chegou. Por sinal, visto que essa é a primeira de (duas? risos) algumas durante o ano, quero aproveitar para desejar um 2013 repleto de amor, paz, alegria e saúde. Dizem que o ano só começa depois do carnaval né? Então ainda estou em tempo para desejar isso a todos vocês.

Que este seja o ano do BOM humor, pois precisamos né? Chega de tristeza, depressão, doença e dor de cotovelo. Como diria o Lulu Santos: "Eu vejo um novo começo de era de gente fina, elegante e sincera". Sabe o que me irrita mais? É quem tem saúde, emprego, casa, família, amigos etc e vive mau humorado. PORRA, pra quê? 

A vida é tão curta gente, então vamos brincar, rir, se divertir e levar o mundo menos a sério enquanto temos tempo. Até porque depois que a doença ou a tragédia bate na porta, não adianta chorar e lamentar dizendo que era feliz e não sabia. Agradeça ao bom Deus por mais um dia, aprenda ser generoso e menos egoísta. Gratidão nunca é demais.

Porque Deus disse: faça por onde que eu te ajudarei. Então vamo bora fazendo. Vamo dançando, vamo pulando, dancinha da bundinha, todo mundo rebolando até o chão, dumdumdum KKKKK. Para encerrar, deixo uma música extremamente positiva da inesquecível Inês Brasil.

 

Oba, oba, oba. Viva a vida bela!!!

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso