domingo, 31 de março de 2013

Um aniversário pra lá de especial

Não poderia encerrar o mês de março, mês especial do meu aniversário, sem deixar registrado neste blog
aquilo que já disse no meu Facebook e pessoalmente para algumas pessoas. Queria ter o dom de traduzir em palavras tudo o que elas me fizeram sentir na noite do meu aniversário, 27 de março, mas vejo que há sentimentos que simplesmente palavra alguma consegue explicar. Quando entrei no salão do Mampituba e vi essas pessoas especiais proporcionando uma surpresa pra mim, simplesmente não acreditei. Eu que ria dos outros amigos por não desconfiarem de nada de suas festas surpresas, me vi caindo em uma dessa igual um pato.

Sem imaginar o que estava acontecendo, fui chamado pelo jornalista Lucas Borges para cobrir uma pauta de um novo cliente no mesmo dia do meu aniversário. Mesmo achando estranho, aceitei prontamente como todo profissional jornalista faria, visto que não temos dia e nem hora para trabalhar (chamou, estamos ai). Jamais desconfiei que os meus amigos fossem incluir o meu chefe numa jogada de aniversário. Fui pronto para passar uma noite de trabalho ao lado de pessoas que nem conhecia, mas acabei passando uma noite de festa ao lado de pessoas pra lá de especiais.

Faltam palavras para descrever toda essa atenção voltada pra mim. Portanto, só quero agradecer os meus amigos por transformarem a comemoração dos meus 26 anos numa data inesquecível. Vocês conseguiram fechar com chave de ouro um dia que já tinha começado de forma especial. A ficha só foi cair quando coloquei a cabeça no travesseiro e sorri agradecendo ao bom Deus, por colocar no meu caminho pessoas tão legais... Uma coisa é certa: se ainda usasse o Orkut, eu certamente sairia da comunidade “Nunca tive uma festa surpresa de aniversário” (risos). Obrigado a todos por marcar o meu dia, meu mês e minha vida =)


Parte do grupo que ficou até o fim: 
"Quem conheceu um amigo jamais morrerá..." =)

domingo, 3 de março de 2013

Te adoro como pessoa, mas toma o block

Já é de conhecimento geral que a bebida entra e a verdade sai. Pois bem, depois de um final muito festivo onde (só no sábado) percorri três festas e esbarrei em um monte de amigos bêbados, acabei ouvindo algumas verdades. A mais sincera delas e que me fez gostar muito da pessoa que contou, veio de uma amiga que me agarrou no meio do baile de formatura, abraçou, beijou e disse: "Te adoro como pessoa, mas te bloqueei na internet porque tu postas demais". O que eu fiz? Agradeci.

Tem coisa mais libertadora do que deixar de seguir um amigo nas redes sociais que só posta coisas totalmente irrelevantes para você? Não tem cara, não tem. Você até gosta dele como pessoa, mas na vida virtual ele é um chato. Só reclama ou puxa saco, fala muita bobagem ou não posta nada e critica todas as tuas atividades postadas na rede. Tu acessas a rede dele e a última postagem foi de três meses atrás parecendo que abandonou o perfil, mas nada, ele tá ali bem presente só de olho em tudo o que postam.

Acho que não devemos levar pro lado pessoal quando um amigo desfaz amizade ou deixa de acompanhar as coisas que você posta. Cada um cria um perfil na rede social por um propósito, seja para ler piadas, notícias, acompanhar as fotos da turma, fazer negócios, trabalhar, interagir, procurar um amor ou só bisbilhotar a vida alheia. E nesse leque de opções, não há tempo para perder com atualizações de coisas que você não se identifica. Desejo um mundo onde as pessoas não fiquem ofendidas por você deixar de acompanhar as atualizações dela e nem corte relações pessoais por causa disso.


Eu, por exemplo, estou lá para atualizar bastante, interagir, rir, falar bobagem, debater algo quando o assunto é sério e fazer novas amizades com gente legal espalhada nesse mundão afora. Quem não se identifica, é muito simples: o "deixar de seguir" é serventia da casa e pode ser clicado sem dor e nem mágoas. Até porque não quero nenhuma pessoa desprovida de senso de humor, sarcasmo, ironia e com déficit de interpretação de texto me acompanhando. Vinde a mim apenas as pessoas bem humoradas, inteligentes e onipresentes nas redes sociais. A propósito, quem quiser me seguir é só clicar aqui ;-)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso