quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Ser sincero ou falso? Eis a questão

Ouço muita reclamação de como este mundo está cheio de pessoas falsas. As pessoas torcem para que os outros sejam mais sinceros, que falem a verdade na cara e doa a quem doer. Jogo neste time, mas aprendi que não dá para viver sendo 100% sincero. Os nossos colegas não aguentariam ouvir tudo que pensamos sobre eles e a mesma coisa acontece conosco. Quem se sentiria bem, depois de ouvir tudo de ruim que pensam a nosso respeito?

Quem me conhece, sabe que sou muito espontâneo e sincero. Falo mesmo e já demonstrei minha opinião (diversas vezes) até nas horas mais impróprias. Já fui pior, aprendi a me controlar com a orientação que recebi de terceiros. Descobri que há verdades que são melhores quando ocultadas.

Há muita gente que prega a famosa frase: "Me machuque com a pior verdade, mas me conte". Experimente falar para uma dessas pessoas, que ela já comeu demais e que é hora de fazer uma dieta... que é para dar o Sonho de Valsa - que ela acabou de comprar - ao próximo. Ela vai te excomungar, sem dúvidas.

Assim acontece quando falamos para alguém sobre traição. Em 90% dos casos, nós viramos o vilão da história quando, na verdade, só queríamos abrir os olhos da pessoa que gostamos. Outro caso em que 100% de sinceridade pega mal, é nos casamentos. Veja só se toda fotógrafa resolve selecionar as pessoas com muita sinceridade, na hora de fotografar.

Sinceridade: Use com moderação!

3 comentários:

  1. Sinceridade sim,mas com bom censo.Senão não dá para conviver com ninguém.

    ResponderExcluir
  2. A sinceridade as vezes magoa, então devemos saber a quem podemos falar o realmente pensamos. Acho que faço isto apenas com minha mãe. E olha lá...

    ResponderExcluir
  3. Ser sincero é uma opção,e quem
    assim age com certeza tem credibi-
    lidade.

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso