quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Felicidade (by Regina Batista)

Semana passada (27/08/2010) fui prestigiar o lançamento do livro "Diários do Purgatório", da blogueira Juliana Dacorégio. Ela lançou "o primeiro filho" dentro da programação do Café Concerto na Fundação Cultural de Criciúma, num evento que estava pra lá de bacana e prestigiado. E eu aproveitei a presença para registrar tudo no site da Rádio Criciúma (clica no link ao lado para ler).

Sabe o que me chamou atenção? O carinho que ela recebeu pessoalmente de alguns leitores do seu blog. Receber o carinho de internautas que te acompanham e você nem sabia, não tem preço. Manter um blog é compartilhar teu sentimento com desconhecidos que passam a te acompanhar, e se tornam mais íntimos do que muitos amigos da vida real.

O blog te permite escrever com uma adrenalina de não saber onde o teu texto e uma parte da sua vida podem parar. Com a ajuda do Google, uma expressão dita no nosso desconhecido espaço virtual pode ganhar proporções inimagináveis e ser acessado por uma infinidade de pessoas. E foi com os blogs Heresia Loira e Escrava das Letras, que Juliana Dacorégio conquistou muitos amigos interessados em comprar o livro.

Entre as admiradoras da Ju, tive o privilégio de conhecer pessoalmente a Regina Batista. Ela estava sozinha, à procura de alguém para fazer companhia e eu me prontifiquei, pois fui trabalhar no evento e também estava sozinho. No bate papo ganhei um poema triste, mas de muito talento que compartilho com vocês.

Felicidade

Bateram na porta
Não quis abrir
Pensei que fosse a saudade
Que viesse me perseguir...

Bateram uma... duas vezes
Porém não insistiu
Desceu as escadas correndo
E para sempre sumiu...

Sumiu deixando na porta
Estas palavras fatais!
"Eu sou a felicidade,
não voltarei jamais".

Agradeço a Regina por ter sido uma companhia tão agradável naquela noite. AMO conhecer novas pessoas, novas histórias de vida e eternizar momentos simples para sempre na lembrança. Até lembrei de uma famosa música triste, que deixo aqui para vocês.

Felicidade foi embora e a saudade no meu peito ainda mora...

7 comentários:

  1. Que bacana Filipe partilhar momentos de alegria com pessoas amigas. Parabéns à Juliana pelo livro e a você pela divulgação. Um bom dia ;)

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Lipe, o post, o poema, seu carinho, tudo!!!
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Muito banaca isso né, Lipe!
    Vc fez 2 coisas que eu adoro: eventos como esse e uma nova amizade.
    Prezo muito meus amigos de Blog e Twitter. A amizade virtual e tão boa para mim quanto a amizade de meus amigos "reais".
    Um fator que eu acho bacana no virtual é que muitas vezes é mais fácil se "expor", colocar pra as fora ideias.

    ResponderExcluir
  4. Fui lá ler a matéria. Curioso que pela postura, ela nem parece estar lançando o 1º livro.

    O Chicuta disse para não ler o livro se estivesse num momento ruim da vida, mas não estou conseguindo segurar a curiosidade. Início do mês chegando. Acho que vou comprar! :)

    Ah, que tal um corte de cabelo? rsrs

    ResponderExcluir
  5. Pri, como vc sabe q tá na minha hora de cortar o cabelo? ahauhau

    Vou raspar nesta quinta ;)

    ResponderExcluir
  6. Lipe, vc é todo feito de carinho! Já disse e repito: Quem dera todos fossem feitos da mesma matéria que você!

    beijos

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso