terça-feira, 14 de julho de 2009

É tanta amizade virtual que esquecemos da Real

A revista Veja do dia 08 de julho de 2009, trouxe uma matéria na página 94 com o título "Nos Laços (Fracos) da Internet". Com oito páginas de muito texto, personagens e quadrinhos, a matéria do Diogo Schelp apresentou algo que todos nós - internautas - já sabemos há algum tempo. Estamos com poucos amigos e cheios de contatos.

A reportagem contou sobre a participação gigantesca dos brasileiros em sites de relacionamentos (Orkut, Twitter, Facebook, Myspace e Sonico). É cada vez maior o número de pessoas que deixam à vida real de lado, para viver mergulhado no mundo virtual. Por que contei (assim por cima) sobre esta reportagem na revista? Para servir de alerta pra mim mesmo, e acho que para alguns de vocês também, que caíram de pára-quedas neste texto do blog.

Não há comparação entre amizade da vida real com a amizade virtual. O que presenciamos na internet é tudo muito superficial. Todo mundo diz isso: - Não há o toque, não há o olhar e estamos em evidência, enquanto somos convenientes. A partir do momento que enfrentamos um problema e que somos um pouco chato, as palavrinhas chaves - excluir, block e unfollow - aparecem de monte, contra nós.

Por isso que a Veja fez esta reportagem. Muita gente não gosta dela, mas a mesma está com a razão. Estamos (quando uso plural - não falo só por mim - mas por uma grande parcela das pessoas que são deste jeito) em busca de muitos contatos "amigos" virtuais, para ter relevância na rede e diminuir o vazio existencial.

Porém, estes relacionamentos - apesar de divertidos - são muito ilusórios. Ficar na internet é bom, também gosto. Trocar experiências com pessoas de todas as partes do mundo, não tem preço. Só que é preciso ter cuidado (pra mais tarde não sofrer... é preciso saber viver - lembrei dessa musiquinha, hehe) para não esquecermos dos nossos verdadeiros amigos da vida real. Aqueles com quem podemos contar em qualquer situação, seja na bonança ou na "merda", pois eles estarão sempre dispostos a nos ajudar (seja com brigas ou sermão). E não é qualquer mudança repentina de humor que vai fazer com que eles te dêem um block, unfollow ou exclusão da sua vida.

Se você tem vários amigos reais (e pra toda hora), que podes contar com mais do que os cinco dedos de uma mão, meus parabéns. Você é um(a) privilegiado(a)!

4 comentários:

  1. E você Filipe já pensou mesmo nisso? Será que estaremos conversando daqui mais algum tempo?Ou será que as pessoas já partiram e o comput ficou. É sim ,pois os virtuais não acabam nunca são eternos, sempre sai um e chega outro.Pois hoje em dia já não se conversa mais,porque não se tem tempo, mas para os virtuais sim, todos os dias,é meu caro e assim o tempo passa.....Até

    ResponderExcluir
  2. Acho que isso é um pouco de exagero cara.Claro que tem gente que vive "internada" na internet o tempo todo.Mas ainda acho que é uma minoria.Esquecer o mundo real,por pior que ele esteja,realmente não é saudável.

    ResponderExcluir
  3. sim trocar links parceria =D

    friend se quiser envia seus links aqui oh:

    www.linkirado.com.br

    é um novo projeto meu e do bianco

    ResponderExcluir

Aqui, a Liberdade de Expressão fica por sua conta :)

Compartilhe

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Dicas Ocioso